quinta-feira, 1 de outubro de 2015

(a)Riscar o Património - 2016 - Torres Vedras - Portugal

A reportagem

 
No passado dia 26 de setembro, a Cooperativa de Comunicação e Cultura (CCC - Sketchcrawl Torres Vedras) e a Câmara Municipal de Torres Vedras, juntaram-se à iniciativa (a) Riscar o Património - 2ª Edição, integrada nas Jornadas Europeias do Património Cultural, sob o tema Património Industrial. O Convite foi feito pela Direção_Geral do Património e a Associação Urban Sketchers Torres Vedras. A coordenação local foi assegurada pelo André Baptista (CMTV e CCC Sketchcrawl Torres Vedras).

O Encontro decorreu na antiga Cerâmica da Ermegeira (Maxial), uma antiga fábrica que se encontra desactivada há vários anos e contou com a presença de cerca de 30 "desenhadores de rua/urban Sketchers", tendo sido recebidos às 10h pelo Vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Torres Vedras, o arquiteto Bruno Ferreira, pelo Presidente de Junta da União de Freguesias de Maxial e Monte Redondo Celso Carvalho e pela Inês Mourão, Presidente da Cooperativa de Comunicação e Cultura. Não menos importante terá sido a presença de um dos herdeiros desta antiga cerâmica, o Sr. Luís Eduardo que presenteou os participantes com alguns relatos sobre o antigo funcionamento da fábrica.


O evento teve como desenhadores/orientadores convidados, os urban sketchers Teresa Ogando (Lisboa) e Edward Wandeur (S-P, Brasil).



O almoço decorreu nas instalações da antiga fábrica da Macieira (Maxial), onde os participantes pudram contactar com mais um edifício importante e relevante para o património indústrial torriense, sendo um edifício adquirido pela autarquia que contém um espólio significativo da antiga Macieira.


Depois de um passeio pela zona histórica do Maxial, os participantes voltaram à cerâmica onde puderam desenhar outros pormenores, outras memórias, na certeza porém, que o regresso será inevitável.

 


            

              
 
                
   

 

Estes desenhos serão facultados à Direção-Geral do Património Cultural, para que possam fazer uma selecção para uma futura exposição, à semelhança com o que acontecera com os desenhos do ano passado, que neste momento se encontram expostos no Museu Nacional de Arqueologia (Mosteiro dos Jerónimos - Lisboa), onde se encontram desenhos das 10 cidades, incluindo Torres Vedras.


Fotografias de Inês Mourão (as melhores) e André Duarte Baptista
 
A entrega dos participantes voltou a ser demonstrativa da importância que a autarquia, as associações, os torrienses e os "desenhadores de rua" atribuem ao património material e imaterial. No final, sempre a mesma promessa: "Havemos de voltar"

Sem comentários:

Enviar um comentário